SISTEMA DE PROTEÇÃO CONTRA DESCARGAS ATMOSFÉRICAS (PÁRA-RAIO / ATERRAMENTO)

PÁRA-RAIO / ATERRAMENTOUm bom sistema de Pára-Raios/Aterramento. Essa é a principal orientação de técnicos especializados para quem pretende instalar sistema de segurança contra raios, ou necessita trocar o pára-raios em São Paulo. Criado em 1872 por Benjamim Franklin, o Pára-Raios que ainda hoje é a melhor proteção. O equipamento serve de condutor para as descargas liberadas ( por nuvens ou solo) permitindo o equilíbrio de cargas elétricas existentes nos dois pólos.

“ O Segredo de um sistema de pára-raios esta no aterramento”, de acordo com autoridades da área, onde na extremidade superior do pára-raios é instalado um captor para atrair os íons (grupamentos de átomos com excesso ou falta de carga elétrica), responsáveis pela formação dos Raios. Os íons são levados através de condutores até o solo (aterramento), onde ocorre a descarga e o equilíbrio do campo magnético.

Entre os tipos mais comuns, está o sistema Gaiola de Faraday, composto de seis partes principais: captor do tipo Terminal aéreo, cabo de cobre, suportes isoladores, tubo de proteção, malha de aterramento e conector de medição. Outro tipo é o Franklin onde os principais componentes são Captador tipo Franklin ( em forma tridente), poste metálico, cabo de cobre, caixa de inspeção, haste copperweld e conector cabo/haste. Existe ainda outros tipos de sistemas, mais complexos, para sistema de maior risco.

Para uma avaliação correta, deve se executar uma vistoria técnica e projetar um novo sistema, de acordo com a norma NBR-5419/01 da ABNT.

Um bom sistema de Pára-Raios e Aterramento de Micros e Máquinas pode evitar prejuízos enormes como perda de equipamentos, sem levar em conta a proteção as pessoas existentes no local e a obrigatoriedade prevista na NR-10 do Ministério do Trabalho.

Voltar